29/08 - Contabilidade na TV

Foto: Agência FIEP
A modernização das leis do trabalho contribuirá para deixar a economia brasileira mais atrativa para o investimento internacional. Durante as discussões da 20ª Reunião Conjunta do Comitê de Cooperação Econômica Brasil-Japão, em Curitiba, empresários e representantes da indústria do país asiático destacaram o impacto positivo para a melhora do ambiente de negócios ao, por exemplo, aproximar a legislação do Brasil ao que é praticado nos países desenvolvidos.

O cenário econômico atual e a agenda de reformas em discussão no Brasil permearam os debates do primeiro dia do encontro, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) com sua congênere japonesa, Keidanren, e a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP). O evento anual, que se encerra na terça-feira (29), reúne mais de 400 empresários e representantes da indústria de Brasil e Japão para discutir a agenda bilateral econômica.

Ao analisar os desafios enfrentados por empresas japonesas com operações no Brasil, o presidente do Comitê de Relações Institucionais da Câmara de Comércio Brasil-Japão, Satoshi Awaya, destacou que a nova legislação demonstra para investidores que há uma tentativa de se resolver os entraves que serviam de desestímulo a novos investimentos e ampliação de projetos instalados no Brasil. “É um vento que sopra positivamente para as empresas japonesas no Brasil, sinalizando melhores relações entre empresas e entidades sindicais”, afirmou.

ANO DE AVANÇOS – No debate inicial do encontro, o diretor de Políticas e Estratégia da CNI, José Augusto Fernandes, comparou o cenário doméstico com o de um ano atrás, quando ocorreu a última edição do encontro do Comitê de Cooperação Econômica Brasil-Japão, em Tóquio. Além de medidas de contenção dos gastos públicos (teto de gastos) e a regulamentação da terceirização, a aprovação da Lei nº 13.467/2017 foi apontada como um dos principais avanços na agenda de reformas estruturais.

Por Guilherme Queiroz, de Curitiba / Agência CNI de Notícias

Use o APP do Contabilidade na TV e mantenha-se informado!

0 comentários:

Postar um comentário